Conferência 2014 encerra com chave de ouro

ayres-britto_1000_5408

Para abrilhantar ainda mais a Conferência 2014 e fechar com chave de ouro, subiu ao palco Carlos Ayres de Britto, sergipano, natural de Própria, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal comentou sobre “Eleição popular como ápice da democracia representativa: festa, e não velório”.

Ayres de Britto falou da necessidade de selecionar corretamente em quem votar e da participação direta do povo nas eleições. Segundo ele, a política é para todos e não somente para os candidatos, citando também uma frase que ficou marcada para todos os conferencistas presentes: “O político não é ele mesmo é um personagem”. Britto abordou sobre as formas indevidas na utilização do poder adquirido pelos políticos após as eleições, e definiu o poder público como tentador e perigoso.

A palestra com o ex-ministro foi um sucesso, a comoção com as suas palavras foi perceptível na platéia. Ayres Britto confirmou a importância de se tratar de temas atuais para a advocacia e pela proximidade das eleições de se debater acerca da importância do voto. Ao final da palestra e da Conferência 2014, o ex-ministro foi aplaudido de pé por todos os presentes emocionando e determinando novos pensamentos acerca da escolha do voto nas eleições que se aproximam.

“A Conferência 2014 foi muito bem organizada, quase 1400 pessoas todas atentas e participando com entusiasmo dos debates, de temas fundamentais presentes na Constituição e dentre estes temas está a eleição popular que é o ápice da democracia representativa a despeito dos defeitos da classe política, mas o fato é que essa classe por definição é quem mais tem identidade com o interesse coletivo, é quem tem abertura para o coletivo, disse Ayres.

Presidente da OAB agradece

O presidente da Seccional Sergipe da Ordem dos Advogados do Brasil, Carlos Augusto Monteiro Nascimento, agradeceu a participação de todos e confirmou o sucesso da organização do evento e de todas as palestras. “A Conferência superou todas as expectativas, se na edição anterior nós já festejávamos o sucesso, dessa vez estamos radiantes com o nível dos palestrantes, a relevância dos temas, compreensão dos advogados e a presença extremamente expressiva dos estudantes de Direito”. Ele comentou também qual o resultado para a advocacia após debates na Conferência. “Emitiremos uma carta com as principais avaliações, as contribuições que poderemos dar na próxima Conferência Nacional que acontecerá em outubro deste ano, levaremos para um amplo debate no Rio de Janeiro, sobretudo acerca do processo judicial, já que em Sergipe o processo judicial é uma referência,” ressaltou Carlos Augusto muito emocionado com o sucesso do evento.

Fonte e imagem: http://www.oabse.org.br