Saiba como deputados sem votação expressiva conseguem se eleger

Entrevista. JN. Escritório. Out. 2014

O fato de alguns candidatos a deputado não terem uma votação expressiva, e, mesmo assim, conseguirem se eleger, costuma provocar dúvidas entre muitos eleitores. Entenda por que isso acontece:

Nem sempre os mais votados vão para Brasília. Mendes Thame, do PSDB de São Paulo, teve 106 mil votos. Não foi eleito. Já Fausto Pinato, do PRB, foi eleito com 22 mil votos. Além de Thame, deixou para trás outros 86 candidatos mais votados que ele. Estranho, mas é assim que funciona.

Campeões de votos fazem toda a diferença

Na eleição proporcional, diferente da que elege presidente, governadores e senadores, os partidos precisam atingir o chamado quociente eleitoral, uma equação que determina o número mínimo de votos para eleger o deputado. Para calcular, divide-se o total de votos válidos pelo número de vagas de cada estado. O resultado também define quantos deputados os partidos ou coligações vão ter. E aí, os mais bem votados vão para a Câmara. É por isso, que os campeões de votos fazem toda a diferença.

Celso Russomano, do PRB, de São Paulo, por exemplo, teve sozinho, 1,5 milhão votos. Como o quociente paulista é de 300 mil votos, com a sobra dos votos dele, foram eleitos outros quatro deputados. Todos da coligação. E esses deputados eleitos não precisaram mesmo chegar ao quociente eleitoral de São Paulo, os 300 mil votos.

Só 36 deputados federais se elegeram com próprios votos

Para o ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal, Ayres Britto, o voto proporcional é bom, porque fortalece os partidos. Mas o problema, segundo ele, é que muitas vezes, o eleitor não sabe como está votando.

“Ele pensa que está votando em candidatos. Na verdade, ele está votando em candidatos, como também está votando em siglas partidárias, em coligações ou siglas partidárias isoladas”, afirma Ayres Britto.

Só 36 deputados federais se elegeram com os próprios votos. Sem a ajuda dos votos dados a outros candidatos.

Fonte: Globo.com / Jornal Nacional

Link:http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2014/10/saiba-como-deputados-sem-votacao-expressiva-conseguem-se-eleger.html