Finalistas do Prêmio Innovare 2014 serão escolhidos nesta sexta-feira (7)

Com 367 práticas inscritas, o Prêmio Innovare, uma das mais importantes premiações da Justiça brasileira, escolherá nesta sexta-feira (7) os 18 finalistas da 11ª edição. Neste ano, com o objetivo de prestigiar igualmente as práticas mais votadas, uma mudança no sistema de votação fará com que os seis vencedores e os 12 homenageados nas categorias Tribunal, Juiz, Ministério Público, Defensoria Pública, Advocacia e Prêmio Especial sejam conhecidos apenas no dia 16 de dezembro, na cerimônia de premiação, que será realizada no Supremo Tribunal Federal.

Nem mesmo os jurados saberão a colocação dos finalistas em cada categoria. O voto individual de cada jurado poderá ser conhecido durante a reunião, como é feito há dez anos, mas o cômputo será realizado eletronicamente, por meio de um equipamento específico para coleta de votos. Dessa forma, o resultado será uma surpresa tanto para os jurados como para os finalistas selecionados.

Neste ano, todas as regiões do Brasil inscreveram iniciativas com o objetivo de aprimorar a qualidade e modernizar a Justiça. A categoria Prêmio Especial, que desde o ano passado abriu espaço para a participação de todas as áreas do conhecimento, foi o grande destaque, com 111 práticas inscritas no tema “Sistema Penitenciário Justo e Eficaz”. Ao contrário do ano passado, neste não foram aceitas monografias, mas apenas trabalhos efetivamente em atuação e com resultados comprovados.

Visitas

Por cerca de três meses, as práticas receberam visitas técnicas de 17 consultores do Instituto Innovare, que avaliaram pessoalmente se elas já estavam sendo aplicadas, sua eficiência e eficácia, seu alcance e poder de replicabilidade para outras regiões. O relatório gerado pelas visitas foi entregue à comissão julgadora, formada por 30 personalidades do meio jurídico e empresarial, para avaliação final.

Em sua trajetória de 11 anos, o Prêmio Innovare vem mantendo um crescimento constante no número de inscritos, o que mostra sua importância como instrumento de reconhecimento e valorização das boas práticas que revertem em benefício direto à população. Desde sua primeira edição, em 2004, mais de 150 práticas já foram reveladas.

“Nosso objetivo principal é fazer com que essas práticas possam se tornar modelo e sejam difundidas para outras regiões e adaptadas a diversas realidades”, comentou Sergio Renault, diretor presidente do Instituto Innovare.

Políticas públicas

O Prêmio Innovare tem como objetivo principal incentivar e reconhecer boas iniciativas de magistrados, advogados, defensores públicos e membros do Ministério Público. Com relevância conquistada ao longo dos anos, algumas práticas do Innovare também foram adotadas e recomendadas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), tornando-se políticas públicas e servindo de inspiração para outras comarcas.

O Prêmio Innovare é uma realização do Instituto Innovare, da Secretaria de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça, da Associação de Magistrados Brasileiros, da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público, da Associação Nacional dos Defensores Públicos, da Associação dos Juízes Federais do Brasil, do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, da Associação Nacional dos Procuradores da República e da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho, com o apoio das Organizações Globo.

Acompanhe o Prêmio Innovare no Facebook.

Fonte: STJ