Em livro, assessores de ministros do STF falam sobre julgamentos marcantes

assessores de ministros do stf - livro

O livro “O Supremo por seus assessores” foi lançado nesta quarta-feira (19), na biblioteca Ministro Victor Nunes Leal, no Supremo Tribunal Federal. Sob a coordenação de dois servidores do gabinete do ministro Gilmar Mendes – Luciano Felício Fuck e Beatriz Bastide Horbach –, o livro reúne outros 29 juristas que já colaboraram ou ainda exercem a função de assessor, entre eles o atual secretário-geral da Presidência, Manoel Carlos de Almeida Neto. Todos foram convidados a escrever sobre julgados da Corte que entendem ser relevantes ao cenário constitucional brasileiro pós-1988.

A obra é prefaciada pelo ministro Francisco Rezek, que também já foi assessor. O posfácio é do ministro Gilmar Mendes. O lançamento contou com a presença do presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, e dos ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Rosa Weber, Luís Roberto Barroso e Sepúlveda Pertence (aposentado).

Os textos são de autoria de Alexandre Camanho de Assis; Amanda Flávio de Oliveira; Ana Paula Carvalhal; André Luiz Nogueira Santos; André Rufino do Vale; Beatriz Bastide Horbach; Carla Ramos Macedo do Nascimento; Carlos Alexandre de Azevedo Campos; Carlos Bastide Horbach; Carlos Vieira Von Adamek; Carolina Cardoso Guimarães Lisboa; Celso de Barros correia Neto; Cesar Luiz de Oliveira Janoti; Christine Oliveira Peter da Silva; Diane Nogueira de Lira; Fabrício Muraro Novais; Flávio Henrique Unes Pereira; José S.Carvalho Filho;  Luciano Felício Fuck; Manoel Carlos de Almeida Neto; Marco Túlio Reis Magalhães; Marcus Lívio Gomes; Miguel Nagib; Paulo Gustavo Gonet Branco; Paulo Penteado de Faria e Silva Neto; Rafael Thomaz Favetti; Sérgio Antônio Ferreira Victor; Sílvia Porto Buarque de Gusmão; Taís Schilling Ferraz; Valter Shuenquener de Araújo e Vinicius de Andrade Prado.

 

Fonte e imagem: STF