Revista de Doutrina e Jurisprudência é relançada com padrões de excelência acadêmica

rdj - tjdft - ayb

 

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios – TJDFT relançou na tarde dessa sexta-feira, 27/2, a Revista de Doutrina e Jurisprudência – RDJ, com a presença do ministro do STF Ayres Britto, que proferiu palestra no evento. A Revista de Jurisprudência, editada desde a década de 1960, foi totalmente reformulada para atingir padrões de excelência acadêmica e importância aos profissionais do meio jurídico.

A ideia foi modernizar a revista, que antes divulgava apenas o inteiro teor dos acórdãos proferidos pela Corte. Agora, a publicação traz, também, artigos de impacto para a Justiça, além de notícias relevantes sob ações da Justiça do DF.

O ministro Carlos Ayres Britto discursou sobre a importância da imprensa e do Poder Judiciário e sobre empoderamento de ambas as instâncias. O ministro disse que a Constituição Federal empodera de um lado, mas também adota antídotos para impedir os abusos. O ministro destacou o inciso IX do artigo 5º da Constituição Federal: “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”. E, também, ressaltou a importância da liberdade de informação jornalística, preceito constante no artigo 220 da Carta Magna. Ayres Brito explicou que só podemos compreender o mundo e nos posicionar com o pleno conhecimento de causa, sendo os meios de comunicação disseminadores de informação.

“A Revista de Doutrina e Jurisprudência é um símbolo do TJ desde os anos 60, é uma revista conceituada e prestigiada, mas que necessitava de um fomento novo, de uma diagramação nova e de inserção no meio digital”, disse o Presidente do TJDFT, desembargador Getúlio de Moraes, que finalizou afirmando que a publicação será considerada a melhor revista jurídica do país.

A desembargadora Carmelita Brasil, 1ª Vice-Presidente do Tribunal e responsável pelo setor de Jurisprudência, explicou que foi realizada uma modificação no conteúdo da revista e que, agora, a publicação atende às normas exigidas pela CAPES. Destacou, também, que a reformulação contou com a cooperação da Comissão de Jurisprudência e com a colaboração dos servidores, a quem agradeceu.

Compuseram a mesa de honra: o Presidente do TJDFT, desembargador Getúlio de Moraes Oliveira; o ministro aposentado do STF, Carlos Ayres Britto; a 1ª Vice-Presidente do TJDFT, desembargadora Carmelita Brasil; o 2º Vice-Presidente do TJDFT, desembargador Waldir Leôncio Júnior; o Corregedor do TJDFT, desembargador Romeu Gonzaga Neiva; o Presidente da AMAGIS, desembargador Sebastião Coelho e o Presidente da Comissão de Jurisprudência, desembargador José Jacinto Costa Carvalho.

Para ter acesso à versão eletrônica da revista de Doutrina e Jurisprudência clique aqui. Para mais informações entre em contato com o Serviço de Revista e Ementário (SEREME) por telefone: 3103-4642 ou 3103-4644 ou por e-mail sereme@tjdft.jus.br.

 

 

Fonte e imagem: TJDFT