Da queda livre às molas ejetoras da Constituição

Carlos Ayres Britto Os filósofos têm predileção pelos aparentes paradoxos, pois a eles frequentemente recorrem para revelar pelo modo mais sutil grandes verdades. Por exemplo, Sócrates a dizer: “Só sei que nada sei”. Antes dele, Heráclito a falar que “só o impermanente é que é permanente”, de parelha com o juízo de que “é na…

Details

‘Sou, quando estou’

Carlos Ayres Britto A sentença oracular acima é de Mouna Moura, psicóloga e espiritualista de Brasília. Se bem conheço a dona da frase, ela quis vocalizar coisas assim: o meu ser infragmentado somente irrompe no aqui e no agora; é quando enxoto de mim o passado e o futuro que me ombreio à própria vida,…

Details

‘Deus salve a rainha’, ou salve-se quem puder – Ayres Britto

‘Deus salve a rainha’, ou salve-se quem puder Carlos Ayres Britto “Deus salve a rainha” é o refrão do Hino do Reino Unido. Traduz, mais que uma saudação respeitosa, uma veneração. Uma espécie de culto. Não um culto propriamente religioso nem de idolatria à personalidade deste ou daquele governante coroado, mas à monarquia inglesa como…

Details