Ayres Britto defende Lava Jato e diz que operação é irreversível

O ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto, defendeu hoje (13) a Operação Lava Jato e disse que a ação é irreversível. “O Brasil a partir da Ação Penal 470 [o mensalão] deu um tranco na cultura da impunidade de pessoas postadas nos andares de cima da sociedade e a Lava Jato segue nessa…

Details

Fachin conclui voto e ação sobre greve de policiais pode ser julgada

12-02

Ação liberada por Fachin trata de Goiás, mas tem repercussão geral. Por se tratar de greve, ministros igualaram policiais civis e militares. É um assunto que não é novo para os ministros do Supremo Tribunal Federal. E, de 2009 para cá, o que eles julgaram seguiu sempre a mesma linha: consideraram inconstitucionais greves das polícias. O…

Details

Ayres Britto descarta comandar Ministério da Justiça

Ex-ministro do STF diz que encerrou vida pública; Jobim e Renan também negam voltar ao cargo BRASÍLIA – Citado como um possível nome para o Ministério da Justiça, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Carlos Ayres Britto descartou a possibilidade. Ele tem dito que encerrou a vida pública e que está feliz atuando em…

Details

Ayres Britto vem ao Rio

De Propriá para o mundo O sergipano Ayres Britto, ex-ministro do Supremo, vem ao Rio dia 13, agora. Será o homenageado da segunda edição do Prêmio FGV de Direitos Humanos. Merece. Local: Sede FGV: Auditório M. F. Thompsom Motta – Praia de Botafogo 190 – 12º andar FONTE DA NOTÍCIA: O GLOBO FOTO: Léo Barrilari/TUTU